Navio Hidroceanográfico Faroleiro “Almirante Graça Aranha” retorna às lides do mar

Notícias
quinta-feira, 19 Dezembro, 2019
Posto Oceanográfico da Ilha da Trindade
 
Após passar por processo de remotorizacão, o Navio Hidroceanográfico Faroleiro “Almirante Graça Aranha” retornou às operações no mar e realizou, entre os dias 4 e 17 de dezembro, comissão de apoio ao Posto Oceanográfico da Ilha da Trindade (POIT) e ao Programa de Pesquisas Científicas na Ilha da Trindade (PROTRINDADE).
 
Durante a pernada de ida em direção ao extremo leste brasileiro, e após "montar" o Farol de Cabo Frio, o Navio navegou em rumo ENE por cerca de 720 milhas náuticas, sobre profundidades de até 4500 metros, até fundear nas cristalinas águas da Enseada dos Portugueses, na face leste da ilha.
 
Enquanto fundeado, transportou para a ilha cerca de 45 pessoas, entre militares e civis, além de 17 toneladas de materiais diversos, e transferiu para o POIT 8000 litros de óleo diesel. Fiel a sua vocação, executou inspeção nos sinais náuticos existentes na Praia da Calheta, Enseada dos Portugueses e Ponta do Valado.
 
Encerradas as atividades suspendeu e, ajudado pelos ventos de NE, comuns na região nesta época do ano, navegou sobre a cadeia de montes submarinos VITÓRIA-TRINDADE, fez escala na cidade de Vitória-ES e, finalmente, retornou ao porto sede.
 
O sucesso alcançado na comissão, a primeira pós  remotorização, é devido aos esforços das Diretorias Especializadas e Organizações Militares Prestadoras de Serviços (OMPS), notadamente o Arsenal de Marinha do Rio de Janeiro (AMRJ) e a Base Naval do Rio de Janeiro, envolvidas na condução dos serviços de instalação da nova planta propulsora.
 

Navio Hidroceanográfico Faroleiro “Almirante Graça Aranha”