Doação de coletes salva-vidas, alimentos e máscaras em Cabaceiras do Paraguaçu – BA

Salvador, 16 de agosto de 2020

A Capitania dos Portos da Bahia (CPBA) realizou no último sábado, 15 de agosto, uma ação educativa e de responsabilidade social para 200 associados da Colônia de Pescadores e Aquicultores do município de Cabaceiras do Paraguaçu. Na ocasião, foram doadas cerca de três centenas de coletes salva-vidas, além de duas toneladas de cestas básicas, incluindo produtos de higiene pessoal e limpeza. Também foram doadas cerca de 600 máscaras de tecido laváveis e reutilizáveis.

Durante a ação, foram realizadas palestras de orientação aos condutores de embarcação e pescadores com o objetivo de reforçar a necessidade do cumprimento das Normas da Autoridade Marítima no que se refere à segurança da navegação, sobretudo, quanto à importância do uso de coletes salva-vidas.

Durante a ação foram respeitadas todas as medidas de distanciamento social

Na ocasião, a comunidade também recebeu orientações sobre as medidas de proteção a serem adotadas no combate à proliferação do Coronavírus e sobre os cuidados necessários para evitar o contágio.

 

Para a pescadora Joselise Lazaro, a ação foi muito importante, pois trouxe informações sobre o comportamento de segurança que deve ser seguido durante a navegação no rio e sobre as formas de solicitar socorro em caso de emergências. Para ela, as doações também vieram em um bom momento. “Quero agradecer a Marinha do Brasil por ter nos doado as máscaras, os coletes salva-vidas e a cesta básica que também é bem-vinda. Nesse momento que estamos passando é um ajudando o outro, e a gente fica muito feliz”, afirmou.

Cerca de 300 coletes salva-vidas foram doados à comunidade local

A ação foi realizada em local aberto e ventilado, respeitando todas as medidas de prevenção e distanciamento social. Por isso, foram realizados quatro encontros com grupos distintos e em horários programados. Para acesso ao espaço, foi realizada a aferição da temperatura corporal das pessoas; um tapete sanitizante e um totem com álcool em gel foram usados na higienização dos calçados e das mãos. As equipes da CPBA foram empregadas para garantir a organização das filas e fluidez de tráfego das pessoas, evitando aglomerações.

 

Para tornar possível essa iniciativa, a CPBA contou com o prestimoso apoio de instituições parceiras ligadas a atividades marítimas e fluviais. A Belov Engenharia contribuiu doando as cestas básicas e as máscaras de tecido. Por sua vez, o Sindicato dos Práticos do Estado da Bahia, a Wilson Sons, o Yacht Clube da Bahia, a Enseada Indústria Naval, Aratu Iate Clube e a Loja Santos doaram os coletes salva-vidas.

 

Crédito Fotos: MN-RM2 Cerqueira