Marinha do Brasil realiza ações no Rio Jandiatuba em apoio ao IBAMA, por ocasião do regresso da Operação BraColPer 2023

Militares das Forças Armadas apoiando os Agentes Federais no rio Jandiatuba

 

  • No período de 02 a 05 de agosto, por ocasião do regresso da Operação BraColPer 2023, operação combinada do Brasil com a Colômbia e Peru, visando o controle da tríplice fronteira dentro da área de jurisdição de cada país, a Marinha do Brasil realizou ações em apoio ao Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Renováveis (IBAMA) na calha do Rio Jandiatuba, em coordenação com o Exército Brasileiro (EB) e participação conjunta de agentes da Polícia Federal (PF), da Fundação Nacional dos Povos Indígenas (FUNAI) e da Secretaria Especial de Saúde Indígena (SESAI).
  • A operação contou com a presença dos Navios-Patrulhas Fluviais (NPaFlu) “Amapá” e “Raposo Tavares”, do Navio de Assistência Hospitalar (NAsH) “Soares de Meirelles” e de uma aeronave do 1o Esquadrão de Helicópteros de Emprego Geral (1o EsqdHU-91), tendo como principal objetivo o apoio ao IBAMA no combate ao garimpo ilegal, além de fortalecer a presença do Poder Naval e do Estado Brasileiro no Alto Solimões, visando o incremento das Operações Interagências.

  • Os meios operativos da Marinha do Brasil realizaram o controle da foz do Rio Jandiatuba, esclarecimento aéreo e apoio logístico de ressuprimento de combustível e ração aos militares EB, que atuaram na calha principal do rio até a Base de Proteção Etnoambiental (Bape) da FUNAI.

  • Como resultados das ações em apoio ao IBAMA, foram apreendidos materiais e ferramentas utilizados no apoio à extração ilegal de minérios e inutilizadas 10 dragas empregadas no garimpo irregular.

 

Agentes Federais e militares da Marinha do Brasil e do Exército Brasileiro