Comando do 9º Distrito Naval inaugura embarcação que prestará apoio aos navios do Comando da Flotilha do Amazonas

Descerramento da placa realizada pela madrinha, Sra Flávia Preza, durante a cerimônia no Empurrador Jaú
 

 

  •     No dia 08 de novembro, a Estação Naval do Rio Negro (ENRN), Organização Militar subordinada ao Comando do 9°Distrito Naval (Com9°DN), realizou a cerimônia de Recebimento do Rebocador Portuário Jaú,  no Estaleiro Bibi Eireli, em Manaus (AM).

  •     A construção da embarcação foi iniciada em outubro de 2020 e a produção ocorreu exclusivamente com mão de obra local. O meio naval possui 16 metros, tendo seu calado de dois metros e dispõe de uma tripulação de seis militares.

  •     O empurrador foi desenvolvido para atender às atividades de apoio logístico móvel, auxiliando em manobras como os momentos de atracação, desatracação e docagem dos navios do Comando da Flotilha do Amazonas e do Centro de Hidrografia e Navegação do Nordeste, em razão das características distintas das demais embarcações: tamanho reduzido, grande potência e grande mobilidade.

  •     O seu nome, de origem Tupi-Guarani, é originário de um peixe também conhecido como jundiá-da-lagoa, que habita as bacias do rio Amazonas e do rio Paraná.

  •     Estiveram presentes na cerimônia o Comandante do 9 Distrito Naval, Vice-Almirante Ralph Dias da Silveira Costa, e sua esposa, senhora Flávia Preza da Silveira Costa, madrinha da embarcação, o proprietário do Estaleiro BiBi, senhor Alcimar da Silva Mota, e titulares de OM subordinadas. Os presentes  realizaram a primeira navegação da embarcação até a ENRN, no Distrito Industrial, em Manaus.