Marinha do Brasil terá quatro Postos de Fiscalização durante a Operação Parintins 2024

Posto de Fiscalização da Marinha nas proximidades do Encontro das Águas, em Manaus, no ano de 2023.

 

A Marinha do Brasil, por meio do Comando do 9º Distrito Naval (Com9ºDN), intensificará as ações de segurança do tráfego aquaviário durante a Operação Parintins 2024, deflagrada no período do 57º Festival Folclórico de Parintins, quando cerca de 100 mil pessoas devem se deslocar pelos rios para chegar à cidade. Entre os dias 24 de junho e 3 de julho, quatro Postos de Fiscalização serão instalados ao longo do Rio Amazonas, em Manaus, Itacoatiara e Parintins, a fim de averiguar as condições de segurança das embarcações de transporte de passageiros, sob coordenação da Capitania Fluvial da Amazônia Ocidental (CFAOC).

Desde o dia 15 de abril, a CFAOC está realizando vistorias especiais para emissão do “Passe”, documento necessário para as embarcações que passarão pelos Postos de Fiscalização no período do Festival, independente se seguirão viagem para Parintins ou não. A Capitania deu o prazo de um mês para a solicitação de vistorias, e as mesmas serão realizadas mediante agendamento até o dia 21 de junho, quando será iniciada a distribuição do “Passe”, que atesta que a embarcação foi vistoriada previamente, agilizando a fiscalização nos postos.

O “Passe” é um documento no tamanho A4, que possui um QR Code no verso atestando sua autenticidade. Esse procedimento agiliza a inspeção no período próximo ao Festival, no qual centenas de embarcações passarão pelos postos de fiscalização dispostos ao longo do rio.

Nesses postos, além de verificar a autenticidade do “Passe”, a Marinha observará se a lotação está dentro dos limites seguros, e se dispõe dos equipamentos de salvatagem necessários para todos os passageiros, a habilitação dos tripulantes, entre outros itens de segurança.

Até o dia 28 de maio, foram protocoladas 172 embarcações, 21 embarcações estão aptas e 35 estão sanando as deficiências observadas. Será disponibilizada no site da Capitania dos Portos (marinha.mil.br/cfaoc) a lista de embarcações aptas, com restrições e com agendamento realizado. A população poderá identificar se a embarcação que pretende utilizar está ou não apta para ir à Parintins.

“Marinha do Brasil e Festival Folclórico de Parintins – Sua segurança para nós é motivo de festa”.