Marinha do Brasil apoia XI Encontro Internacional De História Sobre As Operações Bélicas Na Guerra Da Tríplice Aliança

Participantes em frente ao Navio-Transporte Fluvial Almirante Leverger

 

A Marinha do Brasil, por meio do Comando do 6º Distrito Naval (Com6ºDN), participou, de 21 a 25 de outubro, do XI Encontro Internacional De História Sobre As Operações Bélicas Na Guerra Da Tríplice Aliança – XI EIHOBGTA, em Corumbá e Ladário-MS.

A abertura do evento, realizada no Centro de Convenções de Corumbá, contou com a participação do Diretor da Diretoria do Patrimônio Histórico e Documentação da Marinha (DPHDM), Vice-Almirante (RM1) José Carlos Mathias, do Comandante do 6º Distrito Naval, Contra-Almirante Carlos Eduardo Horta Arentz, além de historiadores e autoridades civis e militares.

Após um dia de palestras, os participantes visitaram, no dia 23 de outubro, o Complexo Naval de Ladário (CNLa). O C Alte Artenz apresentou as peculiaridades e atividades desenvolvidas na área de jurisdição do Com6ºDN, abrangendo os estados de Mato Grosso e do Mato Grosso do Sul. Em seguida, conheceram a Sala de Memória Tenente Maximiano e o 1º Esquadrão de Helicópteros de Emprego Geral do Oeste. A visita foi finalizada a bordo do Navio-Transporte Fluvial Almirante Leverger, que realizou percorrido no Rio Paraguai até o Porto Geral de Corumbá, durante o qual representantes da organização do evento mostraram os locais dos embates e acontecimentos históricos referentes à Guerra da Tríplice Aliança.

No dia 24, os participantes embarcaram no Navio-Transporte Fluvial Almirante Leverger com destino a Forte de Coimbra, em Corumbá-MS. O encerramento do evento foi realizado à noite, a bordo do navio.

Histórico

O Encontro Internacional de História trata sobre as Operações Bélicas na Guerra da Tríplice Aliança e nasceu por iniciativa de acadêmicos, civis e militares, dos países envolvidos naquele conflito, para aprofundamento nas pesquisas históricas, divulgação de feitos e ampliação de pontos de vista historiográficos.
O XI EIHOBGTA foi conduzido pela Diretoria do Patrimônio Histórico e Cultural do Exército (DPHCEx), por intermédio do Centro de Estudos e Pesquisas de História Militar do Exército (CEPHiMEx), com o apoio do Instituto de Geografia e História Militar do Brasil (IGHMB), do Comando Militar do Oeste (CMO), da DPHDM e do Com6°DN.