NasH “Tenente Maximiano” ultrapassa a marca de 28 mil consultas médicas em comissão no Rio Paraguai

Atendimento médico à população ribeirinha

 

    O Comando do 6º Distrito Naval (Com6ºDN), por meio do Navio de Assistência Hospitalar (NAsH) “Tenente Maximiano”, realizou, de 7 a 21 de agosto, Ações de Assistência Cívico-Social (ACiSo) e Assistência Médico-Hospitalar (ASSHOP) nas comunidades ribeirinhas do tramo sul do Rio Paraguai, de Ladário a Porto Murtinho, Mato Grosso do Sul.

    No período, foram atendidas mais de 350 pessoas, realizados 243 atendimentos médicos e 784 procedimentos odontológicos de urgência; entregues quase oito mil medicamentos; e distribuídos 117 kits odontológicos. Durante a comissão, o “Navio da esperança do Pantanal” atingiu a marca histórica de 28 mil consultas médicas, que começaram a ser contabilizadas em 2009, início das atividades.

    Além dos atendimentos, o NAsH recebeu a visita dos alunos da Escola Municipal Thomaz Larangeira; realizou palestra orientativa sobre higiene bucal na Escola Municipal Rural Polo Porto Esperança e Extensões; e Ações Cívico-Sociais no Orfanato Casa Lar e Asilo Casa São Vicente de Paulo.

    Paralelamente às atividades da saúde e ACiSo, o “Tenente Maximiano” prestou apoio aos pesquisadores da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS) e da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), com suporte logístico, por meio de suas embarcações orgânicas. Os pesquisadores recolheram amostras geológicas, as quais servirão como dados a estudos da morfologia fluvial e dinâmica de sedimentos do Rio Paraguai.

    Ademais, nas localidades de Porto Murtinho, Forte Coimbra, Porto Esperança, Porto Morrinho e Porto da Manga, foram distribuídas roupas e brinquedos provenientes de doações da Receita Federal e da Família Naval.

Pesquisadores recolhendo amostras do Rio Paraguai