Marinha do Brasil entrega mais de 30 mil metros cúbicos de oxigênio para atender à emergência em saúde no Amapá

Insumo será utilizodo em 30 novos leitos pediátricos do Hospital Universitário, em Macapá

Por Segundo-Tenente (RM2-T) Augusto Rodrigues - Belém, PA

O Navio de Apoio Oceânico "Iguatemi", da Marinha do Brasil, descarregou, na manhã desta terça-feira (23), no Porto de Santana (AP), dois tanques criogênicos contendo mais de 32 mil metros cúbicos de oxigênio gasoso. O navio recebeu o carregamento na Base Naval de Val de Cães, em Belém (PA), de onde saiu na madrugada de domingo (21). Os tanques de oxigênio foram adquiridos por meio de tratativa do Governo Federal com a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (EBSERH), que solicitou apoio da Marinha na logística de transporte. O Governo do Amapá decretou situação de emergência em saúde pública no dia 13 de maio, diante do aumento de casos de síndromes gripais.

A carga de oxigênio será usada em 10 novos leitos de Unidade de Tratamento Intensivo e 20 novos leitos de enfermaria do Hospital Universitário da Universidade Federal do Amapá, vinculado à Rede EBSERH.

Dados epidemiológicos da Secretaria de Saúde do Amapá apontam que, de janeiro até a primeira semana de maio deste ano, o estado registrou aumentos de 53,11% nos casos de síndrome gripal, e de mais de 108% nas internações de crianças com síndromes gripais, em comparação ao mesmo período de 2022. A Secretaria de Saúde divulgou que a situação foi provocada pelo vírus Sincicial Respiratório, que causa doenças como a bronquiolite, inflamação que dificulta a chegada do oxigênio aos pulmões. Também foram detectados casos de influenza A e B e covid-19.

 

Navio de Apoio Oceânico “Iguatemi”

A operação de desembarque no Porto de Santana durou cerca de quatro horas. "O Navio de Apoio Oceânico 'Iguatemi' possui, como uma de suas tarefas, realizar apoio logístico móvel. Sua prontidão contribui para que a Marinha do Brasil esteja sempre mobilizada, pronta para atender aos chamados da população brasileira", afirmou o Comandante do Navio, Capitão de Corveta Leandro Genú de Weck.

Incorporado à Marinha do Brasil em 2018, o NApOc “Iguatemi” integra o Comando do Grupamento de Patrulha Naval do Norte, subordinado ao Comando do 4º Distrito Naval. Opera nos rios da Amazônia e nos litorais do Pará, Amapá, Maranhão e Piauí, a partir da Base Naval de Val de Cães, em Belém (PA). Sua tripulação é composta por 28 militares.

Equipado com duas metralhadoras 12,7mm (0,5 pol.) e duas metralhadoras 7,62mm, o NApOc “Iguatemi” pode operar em conjunto com aeronaves e está apto para desempenhar tarefas de apoio logístico, patrulha, minagem e busca e salvamento.

 

 

O NApOc “Iguatemi” possibilita flexibilidade no planejamento e cumprimento das missões atribuídas à Marinha

 

terça-feira, Maio 23, 2023 - 14:12
//