2º Batalhão de Operações Ribeirinhas realiza exercício operativo em Belém-PA

×

Menssagem de erro

Notice: Undefined offset: 1 em counter_get_browser() (linha 70 de /var/www/www3/sites/all/modules/counter/counter.lib.inc).

 

Fase de Planejamento para execução da Subex OpRib/2018

O 2° Batalhão de Operações Ribeirinhas (2°BtlOpRib) participou no período de 12 a 14 de setembro, do Exercício denominado“Subex OpRib/2018” na região do Distrito de Outeiro, em Belém-PA. Ao longo do ano as diversas unidades operativas do Corpo de Fuzileiros Navais (CFN) realizam um ciclo de adestramentos de seus militares, por meio de manobras e exercícios operativos que transmitem conhecimentos operacionais da doutrina do CFN.

Diante dessa realidade, é possível realizar uma interação com o pessoal, materiais e meios do Corpo da Armada. A Subex OpRib 2018 foi realizada juntamente com o Comando do Grupamento de Patrulha Naval do Norte (ComGptPatNavN) e contou com a participação de 158 Fuzileiros Navais da Primeira Companhia do Batalhão, incluindo 21 Embarcações de Transporte de Tropas tipo seis (ETT6) e o Navio-Auxiliar(NA) Pará. O propósito desse adestramento foi colocar em prática as Ações de Fuzileiros Navais realizadas em proveito de uma Operação Ribeirinha, com apoio de meios Navais da área Belém.

Dentre as atividades realizadas, destacaram-se as ações de reconhecimento de pontos críticos, ações de defesa de base de combate ribeirinha, interdição fluvial e desembarque ribeirinho, sendo esses últimos voltados para uma incursão a partir do NA Pará, que proporcionou uma oportunidade de praticar as técnicas de carregamento tático, travessia, bloqueio e ataque dos objetivos em terra.

Além das técnicas praticadas acima, ocorreu à Fase do Planejamento que precedeu a execução da Subex OpRib/2018. Nessa fase, ocorreu um fato marcante para os Oficiais e Praças componentes do Estado-Maior do ComGptPatNavN e do 2°BtlOpRib, que foi a realização do detalhamento das ações necessárias para adestramento em questão e, em consequência disso, a expedição da Diretiva específica que conduziu todo o exercício.

Na opinião do Comandante do 2°BtlOpRib, Capitão de Fragata (FN) Celio Litwak Nascimento,“adestramentos como este, além de reforçar os laços táticos e de amizade entre o Batalhão e o ComGptPatNavN, reforçam a vivência a bordo dos Fuzileiros Navais, trazendo uma melhor interação entre as tripulações das Organizações Militares operativas da área de jurisdição do Comando do 4°Distrito Naval”, frisou o Comandante.

A Subex OpRib permite melhor contextualização e importância do conjugado anfíbio (fuzileiros navais e navios), sendo indispensável para as Operações Militares, no contexto dos ambientes ribeirinhos da Amazônia, e que proporciona a capacidade expedicionária do Corpo de Fuzileiros Navais.

Embarcações ETT6 e o Navio-Auxiliar Pará durante a SUBEX OPRIB 2018