Comando do 1º Distrito Naval concluiu a Operação Leão I/2024

Capitania dos Portos do Rio de Janeiro (CPRJ) conduziu Ações de Fiscalização do Tráfego Aquaviário (AFTA) por meio da Operação Leão Marinho I

 

     Entre os dias 20 e 24 de maio, o Comando do 1º Distrito Naval executou a Operação Leão I/2024 para prover a segurança marítima, terrestre e NBQR do navio de guerra com propulsão nuclear em águas jurisdicionais brasileiras, o porta-aviões USS GEORGE WASHINGTON (CVN-73), como encerramento da Operação Southern Seas 2024.

 

     Para tal, foi estabelecido um Plano de Medidas Preventivas, executado pelos Grupos de Segurança Marítima, Segurança Terrestre e Nuclear, Biologica, Química e Radiológica (NBQR) contendo Ações de Fiscalização do Tráfego Aquaviário (AFTA), ações anti-drone, varredura de artefatos explosivos, controle de acesso e monitoramento radiológico.

 

     O esforço conjunto, sob coordenação do Com1°DN, na condução das ações de segurança e medidas preventivas para visita do USS GEORGE WASHINGTON, além de favorecer interoperabilidade e cooperação militar entre as nações, demonstra a capacidade e preparo da Marinha para operações com a presença de navios de guerra com propulsão nuclear.

 

NPaOc “Amazonas” e embarcações da Marinha do Brasil garantiram a segurança marítima do USS George Washington