Comandante da Marinha participa de cerimônia que marca o início do processo de construção das Fragatas “Classe Tamandaré”

24/06/2022


Evento marcou o início do processo de construção das quatro novas fragatas que farão parte da Esquadra da Força

O Comandante da Marinha, Almirante de Esquadra Almir Garnier Santos, participou, no dia 21 de junho, da Cerimônia de Início de Fabricação da Seção de Qualificação das Fragatas Classe Tamandaré (FCT), realizada no Estaleiro Brasil Sul – ThyssenKrupp, em Itajaí-SC.

O evento marcou o início do processo de construção das quatro novas fragatas que farão parte da Esquadra da Marinha do Brasil (MB). Na ocasião, foi apresentado um protótipo da seção do compartimento da Praça de Máquinas de um dos navios a serem produzidos, que servirá para a avaliação dos padrões de qualidade de diversos processos e aspectos referentes à fabricação das embarcações.

Com previsão de entrega para o período entre 2025 e 2029, as FCT serão navios-escolta versáteis, de elevado poder combatente, capazes de ser empregados em uma ampla gama de tarefas, como proteção do tráfego marítimo, negação do uso do mar a forças hostis, defesa do litoral brasileiro e patrulha da Amazônia Azul, com ênfase na fiscalização e segurança das atividades econômicas desenvolvidas nas Águas Jurisdicionais Brasileiras, como a pesca e a produção de petróleo e gás.

Para o Comandante da Marinha, a parceria da MB com o grupo responsável pela construção das FCT, estabelecida após ampla concorrência internacional, é muito positiva, pois “implica em um importante salto qualitativo para a indústria naval e de Defesa do Brasil, uma vez que o projeto incorpora as mais modernas tecnologias disponíveis e será responsável pela geração de renda e empregos de qualidade para milhares de brasileiros”.


Comandante da Marinha durante cerimônia em Itajaí-SC

Conduzido pela MB desde 2017, o Programa de Obtenção das Fragatas Classe Tamandaré é “um grande orgulho para o setor de material e a Engenharia Naval da nossa Marinha, que ao longo da história já projetou, desenvolveu e construiu, no Arsenal de Marinha do Rio de Janeiro, importantes navios, a exemplo do Navio-Escola ‘Brasil’; das Corvetas ‘Frontin’, ‘Jaceguai’ e ‘Barroso’; das Fragatas ‘Independência’ e ‘União’; dos Submarinos ‘Tamoio’, ‘Timbira’, ‘Tapajó’ e ‘Tikuna’; dos Navios de Assistência Hospitalar ‘Carlos Chagas’ e ‘Oswaldo Cruz’; e dos Navios-Patrulha Fluviais ‘Raposo Tavares’ e ‘Pedro Teixeira’”, como destacou o Almirante Garnier.

Também participaram do evento, o Senador Espiridião Amin; os Deputados Federais Carlos Chiodini, Coronel Armando e Caroline de Toni; membros do Almirantado; e integrantes da Sociedade Amigos da Marinha do Estado de Santa Catarina; além de representantes da Empresa Gerencial de Projetos Navais e da Sociedade de Propósito Específico “Águas Azuis”, consórcio formado pelas empresas Thyssenkrupp Marine Systems, Atech e Embraer Defesa e Segurança, que serão responsáveis pela construção das Fragatas Classe “Tamandaré” no Brasil.