CISMAR recebe representantes de Fundação CERTI

O Centro Integrado de Segurança Marítima (CISMAR) recebeu, no dia 15 de julho, a visita de representantes da Fundação Centros de Referência em Tecnologias Inovadoras (CERTI), instituição parceira da Marinha do Brasil (MB).
O encontro faz parte de um contrato firmado em maio deste ano, entre a Diretoria de Gestão de Programas da Marinha (DGePM) e a Fundação CERTI, com a participação do Setor Operativo da MB e foi um importante marco do Programa de Trabalho, contribuindo para a construção da Base de Conhecimentos (BC) e do Termo de Referência (TR), que serão utilizados para o processo de escolha do Parceiro Tecnológico responsável pelo desenvolvimento modular e escalável do Sistema de Gerenciamento da Amazônia Azul (SisGAAz). Esse Parceiro fará o desenvolvimento, seguindo o modelo de Encomenda Tecnológica (ETEC), previsto no Marco Legal de Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTIC).
A CERTI é uma instituição de base tecnológica que há 37 anos atua com o propósito de contribuir de forma relevante para a competitividade das empresas e para o desenvolvimento sustentável do Brasil, por meio de um consistente e dinâmico ecossistema de inovação, tecnologia e empreendedorismo.
O Gerente de Ciência, Tecnologia e Inovação do Programa do SisGAAz da DGePM, Capitão de Mar e Guerra Maurício Pires Malburg da Silveira acompanhou toda visita e conduziu os representantes até o Comando de Operações Navais (ComOpNav) e ao CISMAR, onde foram recebidos pelo Subchefe de Operações do ComOpNav, Contra-Almirante Gustavo Calero Garriga Pires e pelo Comandante do CISMAR, Capitão de Mar e Guerra João Batista Barbosa.
Na visita ao Centro Integrado, os representantes da CERTI conheceram o Controle do Tráfego Marítimo (CCTRAM) e seus principais sistemas de monitoramento, destacando o Sistema de Informações sobre o Tráfego Marítimo (SISTRAM), além de conhecerem in loco as instalações e o trabalho realizado pelo CISMAR.
Vale ressaltar que dentre os principais temas abordados no encontro destacaram-se o incremento da Consciência Situacional Marítima (CSM), a cooperação entre as instituições nacionais e internacionais com as trocas de informações não classificadas sobre tráfego Marítimo, e os resultados recentes, fruto da atuação integrada do Centro em prol da Segurança Marítima, que expande o nome do Brasil e da Marinha como exemplo de trabalho sinérgico interagencial.