Sistema “Service-Oriented Infrastructure for Maritime Traffic Tracking

 

No período de 04 a 07 de junho, a Marinha do Brasil por meio do Comando do Controle Naval do Tráfego Marítimo (COMCONTRAM), conduziu o Exercício T-RISE I-2018 (Trans-RegionalInformationSharingExercise). O referido Exercício é realizado semestralmente pelos países componentes da T-RMN (Trans-RegionalMaritime Network) e da V-RMTC (Virtual-Regional MaritimeTraffic Centre).

O T-RISE I-2018 foi realizado em um cenário composto do Tráfego Marítimo (TM) real, no qual foi simulado transporte de cargas perigosas para categorização como VOI (VesselofInterest), com os seguintes propósitos: aprimorar a cooperação multinacional, promover o diálogo Trans-Regional, reforçar a integração e interoperabilidade entre os Centros de Acompanhamento do TM dos Países participantes, implementar, empregar e impulsionar a troca de informações sobre o TM e prover a compilação do Panorama de Superfície comum utilizando o Sistema SMART (Service-OrientedInfrastructure for MaritimeTrafficTracking) a fim de incrementar a Consciência Situacional Marítima.

O Exercício contou com a presença dos seguintes Países, Bélgica, Bulgária, Chipre, Eslovênia, Espanha, Geórgia, Grécia, Itália, Malta, Montenegro, Peru, Romênia, Singapura e Turquia, esta foi uma oportunidade da MB disseminar sua Doutrina de CNTM (Controle Naval do Tráfego Marítimo), adquirir expertise na Doutrina NCAGS (Naval CooperationandGuidance for Shipping), ampliar seus conhecimentos por meio da troca de experiência com outras Marinhas, aumentar o intercâmbio de informações sobre o TM, bem como estreitar os laços com Marinhas amigas, facilitando assim a troca de informações em prol da Consciência Situacional Marítima.