AIS - Automatic Identification System

O emprego do AIS (Automatic Identification System) foi originalmente concebido para auxiliar as estações de terra responsáveis pelo controle do tráfego marítimo. Posteriormente, a IMO aperfeiçoou o sistema com o propósito de proporcionar maior segurança á navegação. Esse recurso possibilita o compartilhamento de informações entre embarcações que estejam dentro do alcance de comunicações em VHF, auxiliando a tomada de decisões na navegação.

Atribuições dos diversos componentes do sistema do Centro Integrado de Segurança Marítima (CISMAR):

a) Disponibilizar 24 horas o servidor AIS, pronto para receber todos os arquivos provinientes das estações fixas e navios da MB em comissão;
b) Fazer a verificação diária do processamento dos arquivos AIS oriundos dos navios e estações de terra, informando à estação fixa ou navio caso os arquivos enviados estiverem fora da formatação;
c) Fazer a verificação diária do funcionamento dos equipamentos das estações de terra e dos navios da MB em comissão, alertando aos responsáveis para sanar avaria;
d) Incluir gráficos estáticos de confiabilidade/disponibilidade dos AIS instalados em pontos fixos no relatório de confiabilidade do Sistram, documento que é encaminhado para os Distritos Navais; e
e) Disponibilizar na página do CISMAR o gráfico estático do rendimento mensal dos pontos fixos e móveis dos AIS instalados.

 

 
 
Apresentação dos dados do AIS no SISTRAM