Memorial



CC Amaral

Em 1956, o então CC Amaral foi designado para exercer a função de Imediato do CIAAN, e de Janeiro a Abril de 1958, a de Comandante Interino.

Coube ao CC Amaral a formulação dos subsídios para a criação do primeiro esquadrão de aeronaves da Marinha, o Esquadrão HU-1 , do qual em 1962, foi o 1º Comandante.

 


Como Comandante da Força Aeronaval, de 1976 a 1979, ativou a Comissão de Inspeção e Assessoria de Adestramento da Força Aeronaval (CIAsA), que veio a implementar as inspeções de fase nos Esquadrões; também foram recebidos os primeiros helicópteros lynx, e ativado o 1º Esquadrão de Helicópteros de Esclarecimento e Ataque Esquadrão HA-1.

Nesse período, a Base Aérea Naval de São Pedro da Aldeia foi ampliada, com a contrução de novos hangare, pista adicional e plataforma de treinamento de carga leve, e o CIAAN, teve a construção das instalações para adestramento de combate a incêndio e a entrada em funcionamento do simulador de vôo.


Contudo, o "número" que melhor resume uma vida dedicada à Marinha e, especialmente, à Aviação Naval, são ás 2.726,54 horas voadas desde sua qualificação para vôo como Capitão-tenente até Almirante-de-Esquadra, quando dele mesmo pilotava "seu esquilo", o N-7050, nos deslocamentos como Comandante de Operações Navais.

O Almirante-de-Esquadra José Maria do Amaral Oliveira foi desligado do serviço ativo da Marinha em 13 de Setembro de 1986 após dedicar-se por mais de 44 anos de serviço.