CIAMPA comemora o Dia das Crianças com evento “Um Dia de Fuzileiro Naval: Marinha promovendo a inclusão social”

     A manhã do dia 11 de outubro foi de diversão, música e inclusão social no Centro de Instrução Almirante Milcíades Portela Alves (CIAMPA). O evento “Um Dia de Fuzileiro Naval: Marinha promovendo a inclusão social” reuniu pessoas com necessidades especiais e seus familiares, a família naval e jovens que participam do Programa Forças no Esporte na Organização Militar localizada em Campo Grande, zona oeste do Rio de Janeiro.

     Após o sucesso das duas primeiras edições do evento, realizadas no Centro de Instrução Almirante Sylvio de Camargo, a terceira versão foi pensada para celebrar o Dia das Crianças. Durante toda a manhã, crianças e jovens participaram de oficinas de jardinagem e musicoterapia, praticaram atividades esportivas, além de assistirem à apresentação de jiu-jitsu inclusivo da equipe Fadda. Na programação, o público também pôde conferir os mostruários de diferentes Organizações Militares da Força de Fuzileiros da Esquadra e assistir a uma apresentação da Banda Marcial do Corpo de Fuzileiros Navais.

     As crianças vibraram com a chegada do mascote do evento, o “Navalzinho”, juntamente com o “Soldado Padrão”, em uma viatura operativa, que interagiram e tiraram muitas fotos com os participantes.

     Um dos pontos altos da manhã foi a apresentação do Molejo, grupo musical de pagode, que animou pais e filhos com sucessos da década de 1990, como “Dança da Vassoura” e “Brincadeira de Criança”. Um dos mais animados durante a apresentação musical era o pequeno Arthur Lírio, de 7 anos. Portador da Síndrome de Asperger, estava acompanhado do pai, Anderson Ferreira, e da mãe, Tina Lírio, que elogiou a iniciativa da Marinha do Brasil.

     - Achei brilhante essa iniciativa da Marinha do Brasil, pois as crianças necessitam de espaço para brincar, para socializar com as outras. Então, nada melhor do que as Forças Armadas, com essa estrutura grandiosa que possuem, para proporcionar uma manhã tão agradável a eles -, disse.

     De acordo com o Comandante do CIAMPA, Capitão de Mar e Guerra (FN) Alexandre Vasconcelos Tonini, a proposta do evento é promover a inclusão social e mostrar um pouco da rotina do Fuzileiro Naval para o público.

     - A Marinha acredita que a inclusão social é fazer um evento não 'para as crianças especiais', e sim 'com as crianças especiais' -, salientou.

     O evento “Um Dia de Fuzileiro Naval: Marinha promovendo a inclusão social” contou com o apoio do Grupo de Pais “Mundo Azul”, que divulga o autismo no Brasil; da Assessoria Esportiva Special Sports; e da Organização Não Governamental Kephas. Participaram da celebração o Comandante-Geral do Corpo de Fuzileiros Navais, Almirante de Esquadra (FN) Alexandre José Barreto de Mattos; o Comandante do Pessoal de Fuzileiros Navais, Vice-Almirante (FN) Cesar Lopes Loureiro; e o Comandante do CIASC, Contra-Almirante (FN) Carlos Chagas.