Banda Marcial do Corpo de Fuzileiros Navais se apresenta nos arredores do Museu do Amanhã

     Nem o tempo chuvoso atrapalhou o espetáculo que a Banda Marcial do Corpo de Fuzileiros Navais realizou nos arredores do Museu do Amanhã, na Praça Mauá, Zona Portuária do Rio de Janeiro, nessa terça-feira, 5 de dezembro.

     Cerca de 250 pessoas que transitavam pelo local pararam para contemplar a apresentação, que teve início com o dobrado “Avante Corneteiro e Comandante Pisco”, quando os 90 militares formaram a figura de uma galera, embarcação tradicional marinheira.

     A Marcial também arrancou aplausos do público ao interpretar sucessos como “Do seu lado”, “Aquarela do Brasil” e “Cisne Branco”, fazendo evoluções e formando imagens de um timão, de uma âncora e da palavra “Honra”, valor eleito pelo Corpo de Fuzileiros Navais em 2017.

     Para marcar a proximidade do Natal, o espetáculo foi encerrado com a canção “Jingle Bells”.