CFAOC realiza Curso de Tripulante de Embarcações para militares da Polícia Militar do Estado do Amazonas

ATENÇÃO

INSCRIÇÃO PARA O CURSO ESPECIAL DE ACESSO A CAPITÃO FLUVIAL - EACF 2019.
PERÍODO:
02 A 12 DE JULHO DE 2019.
        HORÁRIO: 08h00 às 11h.
LOCAL: CENTRO TÉCNICO DE FORMAÇÃO DE FLUVIÁRIOS DA AMAZÔNIA OCIDENTAL - CTFFAO.
ENDEREÇO: RUA MARQUÊS DE SANTA CRUZ, Nº 264. CENTRO. MANAUS-AM.

DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA:

1. CÓPIA RG E CPF;
2. CÓPIA DAS PÁGINAS 2,3 E AS PÁGINAS COM EMBARQUES NA CIR;
3. COMPROVANTE DE RESIDÊNCIA (ATUAL);
4. DIPLOMA DE CONCLUSÃO DO ENSINO MÉDIO;
5. CERTIFICADO DO CURSO ECIA;
6. ATESTADO DE SAÚDE OCUPACIONAL - ASO ATUAL (que indique explicitamente que o candidato goza de bom estado de saúde física e mentale apresentar exames auditivo e visual que comprovem estar dentro dos parâmetros exigidos para oficial de quarto);
7. Comprovar apresentando o computo de tempo ter estado embarcado por mais de três meses no último ano;

 

OBS: Poderá candidatar-se ao Curso o Piloto Fluvial com mais de dois anos de embarque na
categoria.

Cerimônia de certificação do Curso ETSP para os militares da Polícia Militar do Estado do Amazonas

 

No dia 28 de março, a Capitania Fluvial da Amazônia Ocidental (CFAOC) realizou a cerimônia de certificação do Curso Especial para Tripulação de Embarcações de Estado no Serviço Público (ETSP) dos militares da Polícia Militar do Estado do Amazonas.

As aulas aconteceram nas dependências da Companhia de Operações Especiais (COE), no período de 12 a 16 de março de 2018 e, na ocasião, foram capacitados 23 militares que poderão tripular ou conduzir embarcações da COE. Durante a formação, foram ministradas de forma teórica as disciplinas de marinharia, navegação, sobrevivência de náufrago, regras de manobras, primeiros socorros, noções de estabilidade, controle de avarias, motores e poluição ambiental; e de forma prática, os procedimentos de manobras, segurança do tráfego fluvial e da navegação.

Essa iniciativa confirma o compromisso da Marinha do Brasil com o avanço do Ensino Profissional Marítimo na região, através da habilitação de servidores de diferentes órgãos públicos para tripular e conduzir embarcações, o que contribui para o incremento na Segurança da Navegação e na Salvaguarda da Vida Humana na Amazônia Ocidental.