Centro de Análises de Sistemas Navais inaugura Simulador de Paraquedas no “Batalhão Tonelero”

Abas primárias

Simulador de Navegação de Paraquedas Fase de Velame Aberto em uso a bordo do Porta-Helicópteros Multipropósito “Atlântico”, durante o I Exercício Conjunto de Salto Livre Operacional, em setembro de 2019
 
 
No dia 29 de maio, o Centro de Análises de Sistemas Navais (CASNAV), Instituição de Ciência, Tecnologia e Inovação (ICT) subordinada ao Centro Tecnológico da Marinha no Rio de Janeiro, promoveu a inauguração do Simulador de Navegação de Paraquedas Fase de Velame Aberto (SNPVA). O evento ocorreu no Batalhão de Operações Especiais de Fuzileiros Navais (Batalhão Tonelero), do Comando da Força de Fuzileiros da Esquadra, por meio do descerramento da placa de inauguração, e foi realizado sem aglomerações, devido às medidas de enfrentamento à pandemia do novo coronavírus.
 
O SNPVA é um simulador moderno, que utiliza equipamentos de realidade virtual de última geração e incorpora modelos físicos e matemáticos precisos, além de utilizar tecnologia de ponta em geração de cenários virtuais e modelos tridimensionais.
 
O Comandante do Batalhão Tonelero, Capitão de Mar e Guerra (FN) Cappucci, e o Ajudante da Divisão de Modelagem e Simulação do CASNAV, Capitão de Corveta Vieira, durante o descerramento da placa de inauguração
 
Com a conclusão do desenvolvimento dessa fase do simulador, o CASNAV iniciará, ainda em 2020, a Fase 2 do projeto que busca incorporar novas possibilidades ao SNPVA, permitindo que mais tarefas afetas à atividade de Salto Livre Operativo possam ser treinados, como saltos em grandes altitudes com a visualização dos equipamentos de apoio necessários a essa atividade avançada (GPS e bússola) e a possibilidade de cenários diurnos e noturnos.
 
A inauguração do Projeto no “Batalhão Tonelero” demonstra a capacidade do CASNAV em apoiar o Setor Operativo no cumprimento de sua missão, reforçando a expertise da ICT em prover soluções criativas nas áreas de Tecnologia da Informação, Pesquisa Operacional, Simulação e Criptologia, com vistas à otimização de desempenho dos sistemas digitais operativos e administrativos e, no sentido mais amplo, o desenvolvimento científico e tecnológico.