Marinha resgata dois velejadores no litoral do Rio de Janeiro

Leia Mais

Marinha resgata dois velejadores no litoral do Rio de Janeiro

Condições meteorológicas adversas configuravam risco elevado para os tripulantes
28/10/2023
Agência Marinha de Notícias
Rio de Janeiro, RJ

O Navio-Patrulha "Gurupá", subordinado ao Comando do 1º Distrito Naval, da Marinha do Brasil, realizou, na noite desta sexta-feira (27), o resgate de dois tripulantes do veleiro "Ventuz", que se encontrava sem leme, nas proximidades da Ilha da Marambaia (RJ).

Os velejadores estavam em situação considerada de risco elevado, já que as condições meteorológicas no local eram adversas e estavam piorando.

Diante desse cenário, assim que tomou conhecimento da situação de emergência, o Navio-Patrulha navegou até o local reportado e conseguiu efetuar a localização e o resgate dos dois tripulantes.


Navio-Patrulha “Gurupá” do Grupamento de Patrulha Naval do Sudeste, sediado na cidade do Rio de Janeiro

 

O resgate também contou com o apoio da Delegacia da Capitania dos Portos em Itacuruçá, que procedeu o transporte por mar dos dois homens resgatados até um cais, onde ambos foram transferidos para uma ambulância, que os conduziu a uma Unidade Básica de Saúde de Itacuruçá (RJ).


Velejadores resgatados a bordo do Navio-Patrulha “Gurupá” 

 

 

Serviço de Busca e Salvamento Marítimo

A Marinha do Brasil (MB) opera, 24 horas por dia e sete dias por semana, um Serviço de Busca e Salvamento Marítimo (SALVAMAR), destinado a socorrer pessoas em perigo no mar e em águas interiores, que pode ser acionado por meio do Sistema Marítimo Global de Socorro e Segurança (GMDSS), por rádio VHF no canal 16, ou pelo telefone para emergências marítimas 185.

Em setembro, a MB lançou o aplicativo NAVSEG, desenvolvido em parceria com o Ministério do Turismo. A ferramenta, que está disponível, gratuitamente, para as plataformas Android e IOS, permite que o navegador informe à Marinha, diretamente de um aparelho smartphone, o seu plano de viagem, que passa a ser monitorado em tempo real pela Autoridade Marítima durante todo o percurso. Além da praticidade, a tecnologia aumenta as chances de resgate em um caso de emergência, pois o SALVAMAR terá a posição atualizada da embarcação em perigo, tornando o trabalho de busca muito mais rápido e eficiente.

Assista ao vídeo:
 

Agência Marinha de Notícias