Marinha divulga balanço da Operação “Verão” 2023-2024 no Pará

Leia Mais

Marinha divulga balanço da Operação “Verão” 2023-2024 no Pará

Ações de fiscalização miram praias e pontos de travessias visando à Segurança da Navegação
22/01/2024
Primeiro-Tenente (RM2-T) Layza Serrão
Belém, PA

Durante a Operação “Verão” 2023-2024, a Capitania dos Portos da Amazônia Oriental (CPAOR) efetuou 1.294 abordagens em embarcações, que resultaram em 48 notificações e sete apreensões, no período de 17 de dezembro de 2023 a 16 de janeiro deste ano. Além disso, a Capitania também instaurou quatro Inquéritos Administrativos sobre Fatos e Acidentes da Navegação.

Além das ações de Inspeção Naval (IN), a operação efetuou um trabalho de conscientização e divulgação do aplicativo NAVSEG, com a campanha “NAVSEG: você conectado a uma navegação segura".

Com uma ampla área de jurisdição, que compreende 116 municípios do estado do Pará, a CPAOR enfrenta o desafio de fiscalizar uma região composta por milhares de quilômetros de rios navegáveis e uma faixa de litoral com muitas praias.

Para a população ribeirinha, os rios são as estradas e as embarcações são como os veículos. Um dos maiores desafios da Capitania é combater a “cultura do risco”, assim denominada pelo desconhecimento ou descumprimento das normas de segurança.


Inspetor da Marinha lacra embarcação apreendida em ação de fiscalização no Pará

O Capitão dos Portos da Amazônia Oriental, Capitão de Mar e Guerra Ewerton Rodrigues Calfa, reforçou a atuação de suas equipes: “Embora estejamos no inverno amazônico, a Operação ‘Verão’ coincide com o período de férias, momento em que há um aumento no tráfego aquaviário. Neste ano, as equipes intensificaram as ações de Inspeção Naval em dois municípios do interior, o que demandou um grande esforço logístico em função das distâncias envolvidas”.

As fiscalizações foram reforçadas nas travessias e praias paraenses, por meio de ações de IN, com o objetivo de assegurar a salvaguarda da vida humana no mar, rios e lagos, a segurança da navegação e a prevenção da poluição hídrica oriunda de embarcações. Durante a operação, os pontos da ação com maior intensidade foram a área metropolitana de Belém e os municípios de São Geraldo do Araguaia e Altamira, sendo este último o maior município do Brasil.

Adicionalmente, panfletos de conscientização foram entregues aos tripulantes de embarcações e cartazes referentes ao aplicativo NAVSEG também foram distribuídos em escolas náuticas, clubes náuticos e marinas.

NAVSEG: você conectado a uma navegação segura

O aplicativo NAVSEG tem como objetivo oferecer mais praticidade e segurança a condutores e passageiros de embarcações de pequeno e médio portes. Uma das funcionalidades é substituir o “Aviso de Saída“, documento no qual o navegador informa seu plano de viagem.

Por meio do NAVSEG, o comandante compartilha sua localização em tempo real com a Marinha do Brasil. Assim, a Capitania dos Portos, responsável pela área, passa a acompanhar, automaticamente, a embarcação durante a navegação. Isso possibilita que, em caso de necessidade, o envio de socorro e salvamento seja muito mais rápido do que sem o uso da ferramenta.

O NAVSEG está disponível para download gratuito em Android e iPhone (iOS). Utilizá-lo é fácil: basta entrar com seu acesso único do Gov.br e preencher todos os campos corretamente. Clique aqui e confira mais detalhes sobre o aplicativo.
 

Agência Marinha de Notícias