Fragata “Liberal” realiza exercícios com Marinha da Nigéria na costa ocidental africana

Leia Mais

Fragata “Liberal” realiza exercícios com Marinha da Nigéria na costa ocidental africana

Atividade acontece no contexto da Operação GUINEX III
08/09/2023
Agência Marinha de Notícias
Brasília, DF
A Fragata “Liberal”, navio-escolta da Marinha do Brasil (MB), que participa da Operação GUINEX III, na costa ocidental do continente africano, realizou, na última quinta-feira (7), exercícios em alto-mar com o Navio de Apoio Logístico “Kada” e o Navio-Patrulha “Kano”, ambos da Marinha da Nigéria.
 
Os exercícios incluíram manobras táticas, para treinar o posicionamento e evolução dos navios em formaturas diversas, bem como a manutenção de posição em navegação, com o intuito de aprimorar as habilidades operacionais das equipes de passadiço (ponte de comando) dos navios.
 
Além das manobras táticas, também foram treinadas ações de visita e inspeção, com o embarque da Equipe de Abordagem da Fragata “Liberal” e do Destacamento de Mergulhadores de Combate, no Navio de Apoio Logístico “Kada”.
 
De acordo com o Contra-Almirante Nelson de Oliveira Leite, atual comandante do Grupo-Tarefa brasileiro na GUINEX III, “a realização desses exercícios promove a interoperabilidade entre as Forças, sendo relevante para manter a capacidade operacional da Marinha do Brasil, além de estreitar os laços de confiança com os países do Golfo da Guiné e contribuir para a Segurança Marítima na região”.
 

Equipes de Abordagem das Marinhas do Brasil e Nigéria formadas no convés de voo da Fragata Liberal, com navios nigerianos ao fundo
 
A Operação GUINEX III teve início em 6 de agosto, quando a “Liberal” desatracou da Base Naval do Rio de Janeiro, e ocorrerá até 14 de outubro. Nesse período, a MB compartilhará conhecimentos operacionais com Marinhas amigas, em proveito da Segurança Marítima no Golfo da Guiné, contribuindo também para o fortalecimento da Zona de Cooperação e Paz de Atlântico Sul (ZOPACAS).
 
Desde que chegou à costa africana, a Fragata brasileira já visitou os portos de São Tomé (São Tomé e Príncipe), Kribi (Camarões) e Lagos (Nigéria). Ainda estão previstas paradas em Abidjã (Costa do Marfim), Dacar (Senegal) e Mindelo (Cabo Verde).
 
Golfo da Guiné
O Golfo da Guiné faz parte do entorno estratégico brasileiro. Sua proximidade com o território nacional e o fato de a região ser um dos corredores de comércio internacional aumentam sua importância para o Brasil. A presença da MB no Golfo representa uma importante contribuição ao fortalecimento da cooperação regional e ao desenvolvimento de políticas de segurança marítima mais eficazes, sobretudo ao se considerar que a área tem sido palco de casos de pirataria nos últimos anos.
Por meio de operações como a Guinex, a MB tem buscado garantir a segurança e a proteção das fronteiras marítimas brasileiras, atuando de forma proativa na prevenção e combate a ameaças que possam colocar em risco as atividades relacionadas com o uso do mar.

 

Galeria de fotos: 
Agência Marinha de Notícias