Força-Tarefa realiza reunião Interagências da GLO do Mar

Leia Mais

Força-Tarefa realiza reunião Interagências da GLO do Mar

Comitê se reuniu para discutir ações e potencializar atividades
07/11/2023
Por Primeiro-Tenente (T) Taise Oliveira
Rio de Janeiro, RJ
Com o início das ações da Operação de Garantia da Lei e da Ordem, GLO, nessa segunda-feira (6) a Marinha do Brasil coordenou uma reunião com as instituições que atuam para combater o tráfico de drogas, armas e outros ilícitos. O objetivo do encontro foi discutir a adoção de medidas que tenham resultados positivos à sociedade, sem causar  impactos no funcionamento das atividades regulares dos Portos.
 
Participaram da reunião, representantes da Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Secretaria Especial da Receita Federal, Agência Nacional de Transportes Aquaviários, Portos Rio, Comissão Estadual de Segurança Pública nos Portos, Terminais e Vias Navegáveis, Petrobras e Multiterminais. Durante o encontro, foram abordados assuntos de cooperação que potencializam as capacidades dos atores envolvidos e mitigam possíveis limitações.
 
De acordo com o Comandante da Força-Tarefa, Vice-Almirante (FN) Renato Rangel Ferreira, esta operação possui uma complexa estrutura, com forte caráter interagências. “Todos os atores participantes estão empenhados para garantir que esta operação ocorra de forma eficiente conciliando interesses e somando esforços. Embora todos os meios e militares mobilizados chamem a atenção da sociedade, todos os envolvidos estão empenhados em aumentar a segurança da sociedade, com o menor impacto possível nas operações regulares dos portos e vias de acesso”, explicou o Almirante.
 
Operação visa combater o tráfico de drogas, armas e outros ilícitos
 
Para o Diretor-Presidente da Portos Rio, Francisco Martins, a atuação da GLO do Mar coopera com as atividades do Porto, favorecendo a movimentação de cargas. “Toda a mobilização decorrente da GLO, para nós é considerado um novo marco em segurança portuária. Vamos envidar esforços, pois há reflexo na competividade e no aumento da movimentação de cargas.”
 
GLO do MAR
Com base no Decreto 11.765, de 1° de novembro, assinado pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, os militares das Forças Armadas realizam ações preventivas e repressivas nos portos e aeroportos, em articulação com órgãos de Segurança Pública. A GLO concede poder de polícia aos militares para atuarem nessas áreas.
 
A MB atua nos portos de Itaguaí (RJ), Rio de Janeiro (RJ) e Santos (SP), bem como na Baía de Guanabara (RJ), Baía de Sepetiba (RJ) e nos acessos marítimos ao Porto de Santos (SP). Para atuar nessas áreas, são empregados 1.900 militares. A Força utiliza também 120 meios, dentre os quais, Navios-Patrulha, embarcações, Carros Lagarta Anfíbio, Viaturas Blindadas “Piranha”, além de Viaturas Blindadas Leves Sobre Rodas (JLTV)
 
Denominada “Lais de Guia”, a operação da MB faz referência a um dos mais conhecidos e utilizados nós, por ser de grande utilidade e confiabilidade. O nome simboliza união, representando a articulação e o trabalho conjunto que será realizado entre as Forças Armadas e outros órgãos de Segurança Pública.
Galeria de fotos: 
Agência Marinha de Notícias
//