Concurso para Soldado Fuzileiro Naval registra mais de 5 mil inscritas

Leia Mais

Concurso para Soldado Fuzileiro Naval registra mais de 5 mil inscritas

Com inscrições até 16 de fevereiro, certame oferta vagas para homens e mulheres
12/02/2024
Primeiro-Tenente (T) Taise Oliveira
Rio de Janeiro, RJ

Pela segunda vez com oportunidade de ingresso para o público feminino, o Concurso Público de Admissão ao Curso de Formação de Soldado Fuzileiro Naval já reúne mais de 5 mil mulheres inscritas até o momento. No total, o certame já conta com mais de 19 mil candidatos.

Abertas no dia 5 de janeiro, as inscrições se estendem pelo site (https://www.inscricao.marinha.mil.br/marinhafn/index_concursos.jsp?id_concurso=75) até o próximo dia 16 de fevereiro com 240 vagas reservadas para as mulheres. No ano passado, na primeira vez em que abriu oportunidade para o sexo feminino, o certame alcançou mais de 7 mil inscritas.

Dentre os requisitos previstos para admissão no concurso, estão a necessidade de ter 18 anos de idade e menos de 22 no dia 30 do mês de junho de 2025 e o Ensino Médio completo. A primeira etapa do processo seletivo consiste em exame de escolaridade, constituído de provas de Português e Matemática, com data a ser divulgada posteriormente. As aprovadas na etapa inicial passarão, ainda, por verificação de dados biográficos e de documentos, avaliação psicológica, inspeção de saúde e teste de aptidão física.

O ingresso das mulheres como Soldado Fuzileiro Naval reforça o pioneirismo da instituição e completa o processo de inclusão feminina em todos os quadros, escolas e centros de instrução da Marinha. As futuras Soldados ao se formarem irão desempenhar diferentes funções operativas nas diversas Organizações Militares da Força de Fuzileiros da Esquadra.

 


A entrada das mulheres como Soldado FN completa o processo de inclusão feminina – Imagem: Marinha do Brasil

Curso de Formação

O curso terá a duração de, aproximadamente, dezessete semanas e será conduzido no Centro de Instrução Almirante Milcíades Portela Alves (CIAMPA), no Rio de Janeiro (RJ) e, simultaneamente, no Centro de Instrução e Adestramento de Brasília (CIAB), na capital federal, sob o regime de internato e dedicação exclusiva até a formatura.

Das 1.680 vagas, 1.440 são destinadas ao CIAMPA, que inclui vagas para candidatas do sexo feminino e candidatos do sexo masculino obedecendo à ordem de classificação. As 240 vagas restantes são oferecidas ao CIAB e destinadas aos candidatos do sexo masculino, considerando a classificação no concurso.

Durante a formação, os alunos irão passar por uma intensa rotina de exercícios físicos e serão exigidos o respeito à disciplina e hierarquia de forma que tenham uma preparação para a vida de um Soldado Fuzileiro Naval. Os alunos terão acesso a ensino de qualidade, moradia, alimentação, uniformes e remuneração. Se aprovados, ao final desse período, serão nomeados Soldados Fuzileiros Navais e incorporados à Marinha do Brasil, fazendo jus às prerrogativas da carreira militar.

Primeira turma de Mulheres Soldados

No dia 19 de fevereiro, inicia o período de adaptação da Turma I/2024 do Curso de Formação de Soldados Fuzileiros Navais. Dentre os 720 jovens aprovados, 120 são do sexo feminino, as quais farão parte da primeira turma de mulheres Soldados Fuzileiros Navais.

Nas primeiras duas semanas, os Aprendizes-Fuzileiros Navais irão realizar o período de adaptação, quando receberão instrução sobre a doutrina militar, irão se familiarizar com os pilares da carreira, como a hierarquia e a disciplina, aprenderão ordem unida, dentre outras atividades. Após esse período, irão iniciar o curso de formação com atividades instrucionais.
 

Agência Marinha de Notícias