Alunas do Nordeste vencem concurso de redação da Marinha

Leia Mais

Alunas do Nordeste vencem concurso de redação da Marinha

Participaram da 45ª edição da Operação “Cisne Branco” mais de 15 mil estudantes de todo o Brasil
11/01/2024
Guarda-Marinha (RM2-T) Jéferson Cristiano Cardoso
Rio de Janeiro, RJ

Existem momentos que marcam a vida de uma pessoa, e vencer um concurso nacional de redação como a tradicional Operação “Cisne Branco”, promovida pela Marinha do Brasil (MB), que teve a participação de 15.463 competidores e de 334 escolas, certamente é um desses. A estudante Rebeca Virgílio da Silva, 13 anos, de João Pessoa, na Paraíba (foto acima), e a estudante Lívia Beatriz Barbosa Zeba, 17 anos, de Natal, no Rio Grande do Norte, foram as grandes vencedoras da 45ª edição deste concurso.

Rebeca, que estuda na Escola Municipal Cívico-Militar Chico Xavier, venceu pela categoria Ensino Fundamental, com o tema “A participação da Marinha na Independência do Brasil”, enquanto Lívia, que estuda no Colégio Nossa Senhora das Neves, venceu pela categoria Ensino Médio, com o tema “Poder Naval e a Independência do Brasil: a consolidação da soberania pelo mar”.

“Eu me sinto realizada. Fiz com muito cuidado esse texto, foram muitas horas de pesquisa sobre a História, sobre a Independência, para fazer a melhor redação possível. Agradeço a Deus, a minha mãe e a minha professora de português, que sempre acreditaram em mim, até mesmo mais do que eu”, salienta Rebeca, que afirma estar pensando em ingressar na Marinha no futuro.

A mãe de Rebeca, Denise Virgílio da Silva, destacou que essa premiação foi muito merecida devido a todo esmero e dedicação de sua filha. “Eu sentia que ela ia ganhar, ela se preparou muito e a redação ficou excelente”.


Rebeca, 13 anos, vence pela categoria Ensino Fundamental

Na categoria Ensino Médio Lívia afirmou que gostou muito do tema da redação. “Gostei deste concurso. Até então nunca havia pensado em seguir uma carreira na Marinha, mas após ter esse contato com o tema estou achando bem interessante a ideia”, ressalta. A aluna ainda frisou que conheceu a Operação “Cisne Branco” através de seu professor de redação e que, após toda sua dedicação, estava confiante de que tinha chances de chegar à final.

O evento ocorreu nacionalmente e selecionou as melhores redações de alunos do 6° ao 9° ano do Ensino Fundamental, Ensino Médio e Educação de Jovens e Adultos (EJA). Rebeca e Lívia, campeãs nacionais dessa edição, irão receber um notebook e uma visita ao Navio-Veleiro “Cisne Branco”, acompanhadas dos responsáveis.

Além disso, como as premiações ocorrem em níveis, os autores dos três melhores trabalhos em cada categoria (Fundamental e Médio), por escola, receberam diplomas e medalhas, e os selecionados, por cidade, receberam prêmios, assim como os primeiros colocados em nível distrital, dentre os nove Distritos Navais distribuídos pelo País.

A "Operação Cisne Branco" visa a despertar nos jovens, pais e professores o interesse por temas relevantes para a MB e desenvolver uma mentalidade marítima no contexto da sociedade brasileira. Nas últimas edições, realizadas em 2017, 2018 e 2019, participaram 1.420 escolas, com mais de 50 mil redações. Durante a pandemia o concurso ficou suspenso, sendo retomado em 2023 e voltando a ser anual.

Saiba mais

O concurso de Redação "Operação Cisne Branco" teve início em 1976, por meio de uma proposta do Serviço de Relações Públicas do Ministério da Marinha. A Presidente da Comissão Municipal de Moral e Civismo da Secretaria Municipal de Educação do Rio de Janeiro, Teresa de Jesus Pacheco Rodrigues Velho, elaborou o primeiro projeto e participou da organização do concurso até sua 10ª edição.

O projeto foi apresentado aos presidentes da Sociedade Amigos da Marinha (Soamar), durante a 1ª Convenção Nacional dos Amigos da Marinha, realizada em julho de 1979, para que fosse difundido em seus estados. Em 1980, o Ministro da Marinha, Almirante de Esquadra Maximiano Eduardo da Silva Fonseca recomendou a realização do concurso em todos os Distritos Navais, ampliando sua abrangência para todo o território nacional.

Teresa de Jesus Pacheco Rodrigues Velho foi Presidente da Soamar Brasil no período de novembro de 2004 a novembro de 2006.

Agência Marinha de Notícias